Dona Idalice

“Não vou em médico, não vou em lugar nenhum. Pra rezar nem nada. Eu mesmo rezo, eu me tapo sozinha, eu faço meu comer sozinha, eu saio por esse terreiro assim. Devagar. Aí eu falo assim: Vou passear com Deus e Nossa Senhora”.

Dona Idalice tem 88 anos e vive nos arredores de Galdinópolis, na vertente oposta da escarpa dos formadores do Macaé, cuidada por netos e filhos. Rezadeira, mulher, nativa, é uma xamã das rezas de cura. Conhece as plantas certas para sua prática e auto práticas de cura. Quebranto, mau olhado e reumatismo são algumas das curas para as pessoas que a procuram. É com fé em Deus e em Nossa Senhora, como diz, que Idalice conclama as suas forças. A planta é a ponte, o filtro e a janela por onde passa a energia do “mau olhado”, das porcalhadas e das coisas ruins.

Dona Idalice procura uma planta em seu quintal. Essa planta chama-se vassoura. Colhe um galho e faz a reza, apresentada aqui como uma receita.

“Dona Idalice: Mau olhado, com fé em Deus, tira esse mal. Pai, do espírito santo, tire esses maus olhos, essa inveja, essa porcalhada toda, esses maus olhos que botaram, que Deus vai curar e não vai sentir mais nada, desse mau olhado. Com fé em Deus, pai, espírito santo, benção de Deus. – Agora vamos ver
– Tá tremendo a folha. Viu? Viu como é que tremeu? É um olhado, uma inveja que tá na pessoa. Porque tem gente que bota inveja na pessoa, baixa às vezes, judia, né? Aí murchou. Tá murchando. (Agora) joga pra trás e acaba o olhado. Jogar na água não dá certo não. Tem que jogar pra trás (Joga pra trás ). Pronto.”

Premium WordPress Themes Download
Download Premium WordPress Themes Free
Download Premium WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
free online course
download redmi firmware
Download WordPress Themes
free online course