Carqueja

“A carqueja é boa pra febre. A carqueja a gente toma um chá. Só que a carqueja a gente não pode tomar muito. Ela prejudica a vista. Você pode tomar assim, ela corta qualquer febre, mas tem que ser uma quantidadezinha pouca, que ela prejudica muito a vista. Amarga.”

(Seu Manoel)

Nome científico: Baccharis trimera
Nomes populares: Alecrim-vassoura, vassourinha, alecrim-do-campo ou vassoura-carqueja Carqueja, Cacalia Amara, Caclia doce, Carqueja Amara, Carqueja amarga, cuchi-cuchi, quinsu cucho, três espigas, Bacanta, Bacárida, Cacaia Amarga, Cacália Amarga, Cacália Amargosa, Carqueja do Mato, Carquejinha, Condamina, Quina de Condomiana, Tiririca de balaio, Vassoura

Originária do Brasil, a carqueja é um arbusto alto, pode atingir até 4 m de altura, muito ramificado. As folhas são simples, alternas, pequenas e possuem forma de lança. No Brasil a carqueja está entre as dez plantas medicinais mais comercializadas. Na Região Sul é comum acrescentar um pouco de carqueja na erva mate e como complemento do chimarrão.

Na Argentina, acredita-se que a Baccharis articulata (carqueja-doce, carquejinha) tenha atividade no tratamento de impotência sexual masculina e de esterilidade feminina. No Paraguai, é utilizada como anti-hipertensiva. Os óleos essenciais extraídos de folhas de Baccharis dracunculifolia (óleo-de-vassoura) e Baccharis trimera (óleo-de-carqueja) são produzidos e usados em perfumaria, possuindo alto valor para a indústria de fragrâncias.

Download WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
Download WordPress Themes Free
Download Best WordPress Themes Free Download
lynda course free download
download karbonn firmware
Download Nulled WordPress Themes
ZG93bmxvYWQgbHluZGEgY291cnNlIGZyZWU=